light sun tree

A doença do século, chamada “depressão” está cada vez mais derrubando a sanidade humana. Em todos os lugares, vemos pessoas passando por algum tipo de dificuldade psíquica. Seja no amor, na saúde ou no trabalho. Mas mesmo parecendo que estamos o tempo todo vivendo em um caos, essa causalidade ainda pode ser revertida.

Driblar os acontecimentos externos que ocorrem no mundo de forma saudável, ou seja, saber separar o problema, da vida emocional é quase impossível. Tem pessoas que carregam cada problema ou catástrofe que acontece no mundo como uma bolsa ou carteira. Estão sempre andando com elas, em qualquer lugar que elas vão.

E essa forma de vivenciar o mundo leva qualquer um a adotar uma postura de vítima. De achar que a causa de todos os infortúnios está no mundo e nunca em nós. Mas ouso a dizer que a causa está mesmo em nós. Nós levamos os problemas para dentro de nós. Nós sofreremos as consequências. Isso é inevitável.

Quando digo carregar o “mundo” nas costas, isso significa alterar os fenômenos emocionais. E quando se altera o emocional, a causa será a tristeza, o mal estar, a depressão, o medo, o terror. O pânico.

Situações ou ocorrências no dia-a-dia que atribui à doença emocional afetam mais de 99% da população mundial. Desde adolescentes a idosos em fase terminal. A grande maioria culpa seus jogos de vida de sorte ou azar, resultado de uma ironia do destino. Acham que suas vidas são tristes ou felizes conforme a sorte ou o azar vão lhe atribuindo no decorrer de suas vidas. Aceitando assim, o comodismo esgotando gradativamente seu físico mental.

Mas quando adquirimos a postura de que nós mesmos somos responsáveis por tudo que nos acontece, a sementinha do autoconhecimento vai germinando mais autoconhecimento, frutificando positivamente, resultados que nos ajudarão ainda mais na nossa caminhada.   

Mas o que podemos fazer, para ajudar as pessoas que vivem doentes por não saberem que elas mesmas causam suas enfermidades, e que mesmo explicando elas não entendem?

Fácil! Por meio do amor.

Como fazer isso?

Mais fácil ainda. Vibrando amor.

Vibrando amor?

Sim, quando você pensa em uma pessoa com sentimento de amor, ela sente o que você está sentindo. Ela pode não perceber, mas seu inconsciente sim.

Então quando você vê uma pessoa passando por alguma dificuldade emocional (tristeza, medo, rancor ou depressão) você pode ajudá-la apenas com o vibrar do amor.

Como se vibra amor?

Pensamentos positivos para ela.

Ex: Imagine-a feliz, sorridente, como se ela não estivesse com nenhum problema. Ou que ela já estivesse resolvido o problema que a afligia. Imagine-a em um cenário colorido, com um céu azul bonito ou raios solares amarelos. Imagine-a em meio às cores vivas. Suaves. Vibrantes.

As cores tem um poder inexplicável que atua sobre as nossas vidas. Ela nos proporciona amor, paz, tranquilidade, saúde. Elas nos fazem sentir mais vivo. Mais cheio de luz.

E sempre que nós pensamos em alguma pessoa, automaticamente estamos vibrando algo para ela. Se estivermos com raiva dela, vibramos a raiva sobre ela. Se estivermos apaixonados, vibramos amor sobre ela.

Quer ajudar quem você ama? Ou melhor, ainda, quer contribuir para humanidade?

Vibre amor! Eleve sua energia. Melhore sua sintonia. Vibre o máximo que você puder sobre alguém, ou sobre alguma coisa. Imagine que você está voando bem alto, e que dentro de você está irradiando uma luz brilhante, carregada de amor e sentimentos bons. E que essa mesma luz, está jorrando tudo e a todos abaixo de você. Imagine as pessoas felizes, recebendo essa energia boa. Uma vibrando amor com a outra. Uma vibração que contagia. Que traz paz para quem quer tê-la.

Um beijo vibrado de amor!

Danielle C Bauer

Danielle C Bauer

youtube daniellecbauerfacebook daniellecbauer