kurt cobain montage of heck 55630d2d92fd0

Sei que já faz 22 anos que Kurt Cobain teve sua vida abruptamente arrancada do seu corpo. E mesmo sabendo que sua consciência (que é imortal) se encontra em algum lugar no universo — em outra dimensão, esquecer um artista que mudou e renovou a história do rock, é praticamente impossível.

E mesmo após muitos anos de sua morte, muitos ainda perguntam como alguém como Kurt Cobain, o lendário do rock pode fazer tal impetuosidade com a própria vida.

Perguntamos: O que levou Kurt a acreditar que sua vida já não fazia mais sentindo e que nem suas apresentações nos palcos - frente ao público que tanto o amava, o fazia sentir aquela excitação que todos os artistas sentem, ao se colocarem diante de uma multidão de pessoas?

A Depressão o Estava Matando Pouco a Pouco

kurt cobain depressaoEle dizia que tinha tudo: uma esposa maravilhosa, uma filha que era o seu anjo da guarda, pessoas do mundo inteiro sob os efeitos das suas músicas. Além de todo amor mundial que a cada dia ele se submetia e de toda inspiração que ele obtinha para escrever e compor suas músicas, o mal do intelecto, o vírus que atinge o lado mais sensível e emocional do ser humano, o atingiu em cheio. A depressão. E mais ainda, o vício nas drogas. Tudo isso levou Kurt a criar uma ilusão em sua mente, o fazendo acreditar que os sonhos da vida real não passavam de meros passatempos. Que essa vida é uma ilusão.

Mas eu te pergunto: A vida é uma ilusão? A verdadeira vida não está mesmo nesse mundo?

Kurt foi induzido pouco a pouco a se desligar do seu propósito de vida. A se distanciar dos seus sonhos. Pode-se dizer então, que a sua vida foi tirada precocemente? Ou sua passada aqui - tudo que ele fez, sentiu, deixou e produziu já havia acabado?

Não podemos dizer que só as drogas o levaram à depressão. Temos que observar e avaliar a origem de tudo. O que levou Kurt a afundar suas mágoas, raiva, e melancolia no uso de entorpecentes? A resposta para todas as perguntas sobre sua morte está na resposta dessa pergunta.

Ele não passou a usar drogas sozinho ou porque quis. Ele foi induzido a fazer o uso delas. Quem o induziu?

Seus acompanhantes espirituais.

Uma Força Maior o Levou

uma forca maior o levouKurt apagou-se da realidade. Perdeu o foco, perdeu o controle da sua própria vida, porque pode ter virado fantoche de seres sombrios.

Os espíritos do bem, os espíritos evoluídos que o impulsionavam na escala da vida, já não conseguiam mais penetrar na sua consciência. Porque ela havia sido tomada por outras consciências. Consciências doentes que sabiam o que queriam.

Por isso, é importante que estejamos em contato com os seres da luz. Os seres das dimensões altas, que trazem luz para nossa vida. Porque eles nos ajudam quando precisamos. Mas somente quando estamos em harmonia com o mundo, em paz com nós mesmos.  

Como somos feitos de energia, precisamos a todo o momento renovar essas energias. Para que possamos nos proteger de mentes doentes que não estão mais nesse mundo.

O meio mais rápido e eficaz para movimentar e cuidar dessas energias é por meio dos estudos. Da interpretação real de como é o mundo invisível. De como nós somos influenciados sem saber. Quando ampliamos nossa mente, quando aprendemos e compreedemos a realidade, nós sabemos nos proteger.

Ampliemos nossa consciência. Saibamos o que existe onde nossos olhos não veem. Quando tivermos consciência de onde nós estamos e o que está ao nosso redor (tudo aquilo que os nossos olhos não podem enxergar) saberemos agir. Uma vez consciente, sempre prudente. 

Danielle C Bauer

Danielle C Bauer

youtube daniellecbauerfacebook daniellecbauer