sweet kiss wallpaper 960x640

Beijar muito, gostar eu. Beijar muito, gostar deve você — Dani Yoda. Haha, nada como um bom humor para começar bem o dia.

Bom, deixando um pouquinho de lado o humor clássico do Mestre Yoda, neste post falarei sobre o ápice do beijo. Sim, o orgasmo mútuo entre dois lábios.

Mas antes, vamos começar falando sobre o beijo. “Aquele” beijo, após “aquele” olhar.

Para chegar aos finalmente (me refiro ao toque dos lábios), é preciso primeiro que ocorra o contato visual. Onde tudo começa. Para acionar o desejo da carne, aqueles sinaizinhos sutis que avisa quando a química está trabalhando no seu corpo. Dizem que os primeiros trinta segundos de contato visual é o suficiente para saber se seu corpo detectou algo com o dele. Ou seja, se a química realmente bateu. Depois dos trinta segundos se aquele sorrisinho tímido não moldou os seus lábios e nem os dele, a chance de ter dado error no processo da química é grande. E a falha pode ser fatal.

Algumas pessoas podem levar mais tempo para mostrar algum sinal de afinidade sexual — tradução mais exata para a química. Talvez após mais dois ou três contatos visuais, a pessoa possa dar indícios de que a pele deu algum sinal de afinidade.  Mas as chances são poucas.

Bom, depois de todo esse joguinho delicioso, ou seja, os desejos da pele à flor da pele, acionado a afinidade sexual, após a aproximação (a essa altura os responsáveis já devem ter se aproximado um do outro) os olhos já não estão mais nos olhos. O contato já não é apenas visual. É olhos nos lábios.

Couple kissing black and white wallpaper

Ah… Uau! É aí que o foguete está pronto para decolar. Rs.

Bem, você finalmente seguiu os sinais do seu corpo, e você não vê a hora de mover seus lábios para aquele beijo apaixonado. E com certeza, ele também.

“Eu quero te beijar tanto, que isso está me matando.”

Eis uma conversa do seu pensamento.

Certifique-se de respirar. Você não vai querer suspirar nos lábios de alguém que você acabou de conhecer, né? Rs.

Bem, o sinal verde foi dado, os olhos foram fechados, os lábios estão se entreabrindo, as cabeças estão indo de encontro com a outra, o calor começa. As vozes no seu pensamento continuam. Alguma respiração falha. É agora… Dedos deslizando na bochecha. É agora… É agora…

Ah… As bocas se unindo… Os lábios de movendo… As línguas se entrelaçando uma na outra. É uma dança erótica. É uma dança lenta e precisa de línguas. A música, a música é o som dos gemidos, dos suspiros, das respirações falhas. É essa a mágica do beijo. É sentir tudo, é sentir como se estivesse sendo levada pelo o vento, por se sentir flutuando. É deixar os lábios unirem-se e fundirem-se um no outro. É esquecer do mundo e do todo. Não é preciso estar apaixonado pra sentir essa magia, basta apenas estar conectado com o outro, estar conectado com o momento, esquecer-se do tempo, esquecer-se do mundo.

Se você sentir que seu parceiro está sentindo essa ligação também, o mais provável é que vocês estejam conectados na mesma frequência. E isso pode criar caminhos para desejos mais profundos. Não falo de desejo sexual, porque esse desejo já fora interligado com as vias de fatos há muito tempo. Falo do desejo da alma. Da vontade do desejo de levar isso mais adiante, de não querer parar. De querer se apaixonar. De querer deixar o corpo e a alma trabalharem juntos, de não ser dois, de ser um.

E quando o desejo recíproco for movido para um só, a magia do beijo transforma-se-á em algo que a ciência não poderá explicar. E quando esse momento chegar, você saberá a localização exata da sua alma gêmea.

Dica da Danielle: Veja como a Júlia conseguiu secar a barriga e recuperar a autoestima, sem passar fome!

EU QUERO SECAR A BARRIGA!


Danielle C Bauer

Danielle C Bauer

youtube daniellecbauerfacebook daniellecbauer